• Artigos & Devocionais

Um Missionário, Um sonhador e uma igreja

Ginsbur, o sonhador-mor


Salomão Luiz Ginsburg (1867-1927), Judeu, convertido ao cristianismo em 1883 após ouvir uma pregação do evangelho na cidade de Londres, quando confessou e reconheceu Jesus como seu messias. Pela sua decisão de seguir a Jesus, ele foi deserdado pelo pai que era rabino. Sentiu em seu coração o chamado missionário e então preparou-se para trilhar o caminho como propagador do evangelho de Cristo.



Chegou no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro, em 1890. Em 1891, foi convencido pelo missionário Zacarias Taylor de que os batistas realizavam o verdadeiro batismo bíblico e decidiu batizar-se por imersão na PIB Salvador em 12 dezembro, e foi consagrado a pastor no dia 19 do mesmo mês.


Com sua ousadia, estimulava os crentes a saírem às ruas com ele pregando o evangelho, de modo que a sua simpatia e carisma cativavam as pessoas, mas isso foi só o início da trajetória de uma pessoa apaixonada por Jesus.


Seu sonho era ver igrejas batistas por todos os países de fala portuguesa, bem como a evangelização dos índios brasileiros, por isso, por onde ele passava fazia a diferença.

No Rio de Janeiro, por volta de 1897, começou o trabalho de evangelização no norte do estado, e em pouco tempo deixou um legado de nove igrejas organizadas com mais de 500 membros cada (ou no total).


Em 1922 motivado com a expansão do evangelho, juntou-se a um grupo de irmãos oriundos da Igreja Batista de Madureira (primeira) e juntos começaram a orientar a organização da congregação de Jacarepaguá, a qual era mantida pela segunda Igreja Batista do Rio de Janeiro.


Em 11 de Março de 1922 começa a história da Primeira Igreja Batista em Jacarepaguá, como igreja organizada e tendo como seu primeiro pastor um homem ousado, determinado, um homem que não media esforços para levar o evangelho de Cristo até os confins da terra.

Pastor Salomão Ginsburg, o sonhador mor, nos deixou um legado, um DNA e uma referência de que quando sonhamos os “sonhos” de Deus nada é impossível.


Inspiração, motivação, desafios e superação são sinônimos de sua vida, uma vida inteiramente dedicada ao trabalho missionário que nos inspira a buscarmos cada vez mais estarmos perto e no centro da vontade do Senhor. Que possamos trazer à mente todo esse amor pela obra de Cristo Jesus e reverberá-lo em nossa sociedade.


Autor: Donato Farinelli, Teólogo, Pós graduado em Teologia Bíblica


Referência bibliográfica


DE NASSAU, Rolando, OJB, edição de 02 a 08/07/2001

www.facebook.com/historiadosbatistas

Museu Virtual Batista do Sertão, www.museubatistadosertao.org

0 visualização

Todos os direitos reservados 2017 - Donato Farinelli 

café com teologia. Esta página destina-se a publicação de Artigos e devocionais cristãos